Meu Perfil
BRASIL, Mulher, de 12 a 15 anos, Portuguese, English



Histórico


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 Literantes!
 Meu perfil (orkut)
 Poeira no Vento *-*
 Blog da Marina *-*
 Crônicas agudas (da marida *-*)
 Our frozen mix *-*
 Le dandisme bresilien


 
 
Descartável, o blog.


         Há em mim as minúcias do idioma que mais falo, digamos assim. Língua-mãe.

         O corpo é a puríssima exclamação, seja isso bom ou deveras ruim. Meus olhos... Interrogações constantes e importunas, olhar inquisitório. Meus pensamentos? Incomensuráveis reticências – parte deve ser segredo, deixada implícita, subentendida e dada a seus próprios e tolos mistérios. Cabelo será sempre um ponto-final em mim, nunca plausível às pequenas mudanças que seriam bem-vindas em seu contorno e jeito, à moda da época.  

         Meu ego? Uma vírgula, rapaz! Dá a mim uma pausa essencial, sem tolher o fluxo verbal que me escapa por entre dedos e por entre os lábios – de palavras e gestos se vive razoavelmente bem, não? E minhas palavras, então? Ora, não sei se as definiria bem, são deveras volúveis e cheias de si... Ponto e vírgula, eis a resposta. Difíceis de entender, então cá está a resposta. As dúvidas, oh, as dúvidas... As que tenho e as que um dia terei, que misturam parágrafos e travessões, inícios de raciocínio e de fala.

         E o que sou, céus?

         Não sei. Só sei que me escrevendo por mim já sou algo. Dando a mim adjetivos extensos sou mais... É, talvez. A conclusão a qual chego é a que exprimo por pergunta:

Alguém disposto a mudar meu nome para “Língua Portuguesa”?

 



Escrito por Pri Bellini às 20h00
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



Anomalia textual.

            Para os de Exatas, um sinal de subtração.

            Para os de Letras, travessão.

            Para os pessimistas, mau agouro.

            Para os otimistas, o símbolo do oposto.

            Para os leigos, menas.

            Para a dízima, a demarcação do período.

            Para a impressora, um bocado gasto de tinta.

            Para os desanimados, um elemento qualquer.

            Para o poeta, motivo de poesia.

            Para o escritor, fonte de boa literatura.

            Para um blogueiro, mais um post.

            Para o leitor, possibilidade de reflexão.

            Para você, _ _ _ _ .

 



Escrito por Pri Bellini às 19h56
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]